“A AJPAS pretende responder às necessidades sentidas e/ou expressas da comunidade onde intervém,

sem esquecer que essas pessoas são os actores principais em todas as fases da sua intervenção.”

Diga NÃO à Mutilação Genital Feminina

Está disponível (versão papel e electrónica) a 1ª edição da versão revista e actualizada em português da Caixa Pedagógica de Imagens sobre as Consequências Físicas da Mutilação Genital Feminina.

74654682_10211994140127588_2369074806235
Leia e divulgue

A versão online da Caixa Pedagógica de Imagens estará em disponível para profissionais de saúde com formação específica, mediante assinatura de Declaração de Compromisso, nos sites da P&D Factor (http://popdesenvolvimento.org/) e da AJPAS (http://www.ajpas.org.pt/). Os pedidos podem ser enviados para: info@popdesenvolvimento.org ou para: ajpas.mgf@gmail.com.

Violência doméstica

(Fonte APAV)

APAV.jpg

Num mesmo espaço físico, uma resposta integrada aos autóctones e aos cidadãos Nacionais de Países Terceiros, residentes no Bairro do Casal da Mira e zonas limítrofes, nas áreas relacionadas com o seu processo de acolhimento e integração em Portugal – Legalização/Nacionalidade, Social, Saúde, Educação, Justiça, Emprego, Habitação, entre outras igualmente relevantes, através da criação de um serviço de informação, Apoio e encaminhamento (CLAII) e dois gabinetes de apoio especializado (Saúde e Jurídico).

Quem é António Carlos?

Cabo-verdiano a viver em Portugal há 39 anos, é médico de Saúde Pública e presidente da direção da AJPAS - Associação de Intervenção Comunitária, Desenvolvimento Social e de Saúde, com intervenção nas áreas da Saúde, Educação, Social, Emprego e Formação Profissional.

História



Como os técnicos, promotores e demais pessoas envolvidas no projecto entenderam que muito havia a fazer e necessitavam de uma estrutura formal, decidiram criar a AJPAS (Associação de Jovens Promotores da Amadora Saudável), formalizada em 1993.

Seja Sócio

 

Os sócios da AJPAS o seu melhor recurso, garantem o funcionamento da instituição através de trabalho voluntário e suportam parte das despesas

Seja prudente...

APOIOS